Equipe Wrecking Ball da Unifei obtém bons resultados no 60º Congresso Brasileiro do Concreto

A equipe Wrecking Ball em Foz do Iguaçu – PR.

Corpos da prova Quem Sabe Faz Ao Vivo.

Bolas de concreto utilizadas pela equipe Wrecking Ball.

A equipe se preparando para o teste de Slump.

A equipe Wrecking Ball fez uma visita técnica na Usina de Itaipu.

   A equipe Wrecking Ball, um dos Projetos Acadêmicos de Competição Tecnológica da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), participou das disputas Concrebol e Quem Sabe Faz Ao Vivo (QSFV) durante o 60º Congresso Brasileiro do Concreto em Foz do Iguaçu – PR.

 As classificações da equipe na Concrebol foram as seguintes: 19ª posição entre 36 faculdades competidoras; 4ª melhor equipe entre 11 de instituições federais; 13ª maior resistência da competição (236,8 kN) e Melhor esfericidade e homogeneidade, sendo que as duas bolas da Unifei marcaram ponto na prova do chute ao gol.

 Já na competição QSFV, a Wrecking Ball conquistou os seguintes resultados: 12ª posição entre 31 instituições competidoras; 4ª melhor equipe entre 11 federais; 5ª maior resistência da competição com um concreto de somente 24 horas de idade (258,9 kN – 32,854 MPa); Melhor resultado de espalhamento (Slump Flow) – 720 mm; Melhor acabamento superficial dos corpos de prova, com baixo índice de ar incorporado, alta homogeneidade e superfície muito lisa, e 2ª menor relação água cimento da competição (a/c 0,196), com melhor otimização dos materiais e aditivos, refletindo em uma alta resistência final e manutenção da elevada trabalhabilidade.

Competições

 No primeiro dia de competição, a equipe entregou os aparatos para a primeira fase das competições do Congresso Brasileiro do Concreto. A Wrecking Ball conseguiu participar com duas bolas de concreto no Concrebol e com um cilindro no concurso Concreto Colorido de Alta Resistência (Cocar). Nesse mesmo dia, o Instituto Brasileiro de Concreto (Ibracon) anunciou os materiais que seriam utilizados na competição QSFV.

 O primeiro concurso de que a Wrecking Ball participou foi o Cocar, e os corpos da prova foram rompidos durante a competição. Houve também a adaptação dos membros ao ambiente do QSFV e eles também estudaram os traços para a prova. A abertura da competição aconteceu com a presença de todos os integrantes do Ibracon e convidados especiais.

 No seu terceiro dia de participação em Foz do Iguaçu, os membros da Wrecking Ball fizeram uma visita técnica na Usina de Itaipu, pela manhã, e à tarde, alguns integrantes da equipe fizeram apresentações de artigos no Congresso. Por fim, eles participaram da competição QSFV, quando o concreto autodensável passou por teste visual e slump, entre outros, e a equipe foi bem-sucedida em todos os testes.

 Após essa fase de testes, o corpo da prova foi moldado e a equipe foi pontuada somente após a análise de resistência do concreto. A Wrecking Ball participou também do Concrebol e, das duas cobranças feitas, dois gols saíram para a Unifei.

 Segundo informações veiculadas no site do Ibracon sobre o Concrebol, o desafio é construir “uma esfera resistente de concreto, com dimensões e materiais pré-estabelecidos, capaz de rolar numa trajetória retilínea”. O concurso “testa as aptidões dos competidores quanto à produção de concretos homogêneos e resistentes e ao desenvolvimento de métodos construtivos requeridos para a confecção da bola”.

 No site também são veiculadas informações de que o Concrebol “é formado por quatro etapas e todas elas contribuem para a pontuação final: diâmetro e volume da bola; massa da bola e massa específica do concreto; uniformidade da bola; resistência do concreto”. Segundo o material divulgado, vence o concurso “a equipe cuja bola obtiver a maior pontuação final”, porém, em caso de empate, “a equipe vencedora será a da bola feita de concreto com menor massa específica”.

 No Facebook, os membros da equipe declararam que “tiveram ótimas experiências e criaram laços mais fortes”; que, “juntos, aprenderam muito e vão continuar com garra para conquistar melhores resultados na competição do ano seguinte” e, ainda, que “estão bastante orgulhosos dos resultados que obtiveram”.

 Para saber mais sobre a participação da Wrecking Ball na competição, os interessados devem acessar as redes sociais da equipe ou o site http://wreckingball.unifei.edu.br