Equipes Uirá da UNIFEI foram destaque na XXIV Competição SAE Brasil Aerodesign

A Uirá Aerodesign conquistou o 3º lugar na categoria Regular da XXIV Competição SAE Brasil Aerodesign.

A Uirá Micro conquistou a medalha de bronze.

Além dos prêmios obtidos em 2022, foram recebidos troféus correspondentes às conquistas no ano de 2020 e 2021.

Voo da aeronave da Uirá Aerodesign na categoria Regular.

A aeronave utilizada pela equipe Uirá Micro.

 

 As equipes Uirá Aerodesign e Uirá Micro, projetos acadêmicos de competição tecnológica  da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) que trabalham com o desenvolvimento de aeromodelos, participaram da XXIV Competição SAE Brasil Aerodesign, evento foi realizado no final de 2022 no Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), em São José dos Campos – SP, e que contou com mais de 90 equipes inscritas, sendo uma delas mexicana.

 Acompanhando a disputa, estiveram presentes professores, alunos, patrocinadores e ex-membros das equipes, que têm como objetivos projetar e construir aviões cargueiros radiocontrolados não tripulados, visando à participação nesse campeonato nacional nas categorias Regular e Micro. Para isso, contam com o apoio da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) e com o patrocínio de empresas como Aerotron, APC, MK, PlantA, Scorpion, SimScale, Speaking, Tekbond, MinasArt e APA.

 A Competição SAE Brasil Aerodesign promove o intercâmbio de técnicas e conhecimentos da área de Engenharia Aeronáutica, envolvendo os estudantes em um desenvolvimento de projeto que passa por todas as etapas de construção, desde sua concepção até os testes. A UNIFEI é representada no evento pela Uirá desde 2001 e, em 2022, competiu nas categorias Regular e Micro.

 Na categoria Regular, competem aeronaves radiocontroladas e com restrições de projeto associadas principalmente às dimensões físicas, à potência dos motores e combustão e à missão de decolagem. O objetivo é carregar a maior carga possível, ultrapassando um obstáculo a 50 metros da pista de decolagem.

 Já na categoria Micro, a regra é o uso de motor elétrico alinhado com as tendências globais de redução de emissões de carbono, e quanto às suas restrições de projeto, a aeronave deve ser desmontável, caber dentro de uma caixa com volume menor que 0,036 m³ e decolar de uma plataforma de 4,2 metros elevada a 0,9 metro.

Competição

 A Uirá Aerodesign, que está sob a coordenação do professor Yohan Díaz, do Instituto de Engenharia Mecânica (IEM), competiu com mais 46 equipes de todo o Brasil na categoria Regular. E a outra equipe da UNIFEI competiu na categoria Micro, coordenada pelo professor Guilherme Ferreira Gomes, também do IEM,

 Segundo os integrantes das duas equipes da UNIFEI, com os dois anos de pandemia, muitos conhecimentos de construção se perderam, pois muitos membros se formaram nesse período. Entretanto seus atuais integrantes procuraram aprender as técnicas de construção de aeronaves e também elaborar outras novas.

 Os membros das equipes relataram que, durante as construções, muitos desafios foram superados para que os voos de testes fossem bem sucedidos: duas aeronaves da categoria Regular caíram nos testes em voo, enquanto a aeronave da categoria Micro ainda não tinha conseguido decolar. Nessas horas, o espírito de equipe não deixou nenhum integrante abalado e, dessa forma, com diversas melhorias, os voos de teste obtiveram êxito.

Resultados

 No início da competição, apesar da ansiedade e do nervosismo dos membros por ser a primeira participação presencial de todos, as equipes da UNIFEI tinham as notas dos relatórios técnicos, o que deixava as duas categorias em terceiro lugar. No primeiro dia de voo, praticamente todas as aeronaves das equipes da categoria Micro participantes da competição caíram ou deixaram de voar por conta dos fortes ventos, mas, no fim da tarde, a equipe da UNIFEI realizou um dos seus melhores voo, o que a deixou em primeiro lugar.

 Na classe Regular, houve diversos voos e a Uirá novamente subiu de posição, conquistando o segundo lugar. A competitividade foi aumentando a cada dia e, no final, as duas equipes da UNIFEI ficaram em 3° lugar, garantindo também o 3º lugar nacional.

 Na categoria Micro, além das menções honrosas de Maior Acuracidade e Carga Paga, foi obtida a melhor nota dos relatórios de estabilidade e controle e de desempenho. Na classe Regular, pelo segundo ano consecutivo, houve o melhor relatório de desempenho e o segundo melhor de estabilidade e controle.

 Além dos prêmios obtidos em 2022, as equipes receberam troféus e menções honrosas correspondentes ao 4º lugar na categoria Regular de 2020 e aos 2º e 4º lugares nas categorias Micro e Regular, respectivamente, no ano de 2021, anos em que as competições foram realizadas de forma remota devido às restrições sanitárias da pandemia de COVID-19.

 Todos esses resultados demonstram que as equipes Uirá estão entre as melhores do Brasil, comprovando, assim, a excelência do ensino da UNIFEI.