Ministro da Educação visita UNIFEI para inauguração de planta fotovoltaica e lançamento da pedra fundamental do Centro de Hidrogênio Verde

O ministro da Educação, Victor Godoy, foi recebido pelo professor Edson da Costa Bortoni, reitor da UNIFEI.

Na sala de reuniões do CONSUNI, compuseram a mesa do evento, além do ministro da Educação e do reitor da UNIFEI, o prefeito municipal de Itajubá, o secretário de Educação Superior do MEC, o secretário de Energia Elétrica do MME, o presidente da CEMIG e o diretor do Projeto H2 Brasil.

Autoridades e demais participantes do evento acompanharam a execução do Hino Nacional Brasileiro.

Autoridades do Governo Federal, do Estado de Minas Gerais e da cidade de Itajubá e outros convidados participaram do evento na sala de reuniões do CONSUNI no dia 03 de maio.

O prefeito de Itajubá, Christian Gonçalves, fez seu discurso durante o evento.

Durante seu discurso, o reitor, professor Edson Bortoni, agradeceu os diversos parceiros que contribuem para a realização de projetos da Universidade.

O ministro da Educação, Victor Godoy, durante seu pronunciamento na UNIFEI.

O ministro Victor Godoy, diversas autoridades e outros parceiros receberam placas de homenagens em reconhecimento às suas contribuições para com a UNIFEI.

Autoridades fazem o descerramento da placa alusiva à inauguração da planta fotovoltaica.

No Bloco K do campus sede da UNIFEI, aconteceu o lançamento da pedra fundamental do Centro de Hidrogênio Verde.

Na área de expansão da Universidade, adjacente ao Parque Científico e Tecnológico de Itajubá, foi feita uma visita às obras de construção do CTPB.

O professor Bortoni, ao centro, com seis dos reitores que estiveram presentes na cerimônia na sala de reuniões do CONSUNI.

 

 O ministro de Estado da Educação, Victor Godoy, e outras autoridades do Governo Federal, do Estado de Minas Gerais e do município estiveram na Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) no dia 03 de maio para a inauguração da planta fotovoltaica, o lançamento da pedra fundamental do Centro de Produção de Hidrogênio Verde e uma visita às obras de construção do Centro Tecnológico para o Pré-Sal Brasileiro (CTPB). Os eventos estiveram inseridos nas comemorações dos 20 anos de transformação da então Escola Federal de Engenharia de Itajubá (EFEI) em UNIFEI, comemorados no último dia 24 de abril.

 Por volta das 10 horas, o ministro e sua comitiva foram recebidos pelo reitor, professor Edson da Costa Bortoni, na Reitoria da UNIFEI. Já na sala de reuniões do Conselho Universitário (CONSUNI), compuseram a mesa do evento, além do ministro da Educação e do reitor da UNIFEI: o prefeito municipal de Itajubá, Christian Gonçalves Tiburzio e Silva; o secretário de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), Wagner Vilas Boas; o secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia (MME), Cristiano Vieira; o presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG), Reynaldo Passanezi Filho, e o diretor do Projeto H2 Brasil, Markus Francke.

 Reitores de sete universidades federais também se fizeram presentes na cerimônia: Marcelo Recktenvald, da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS); Lino Sanabria, da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD); José Cândido Lustosa Bittencourt, da Universidade Federal do Ceará (UFC); Carlos André Bulhões Mendes, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Paulo César Fagundes Neves, da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF); Herdjania Veras de Lima, da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), e Ludimilla Carvalho Serafim de Oliveira, da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA).

Discursos

 Após a execução do Hino Nacional Brasileiro, fizeram uso da palavra, o diretor do projeto H2 Brasil da entidade alemã de cooperação internacional GIZ, o presidente da CEMIG, o secretário de Energia Elétrica do MME, o secretário de Educação Superior do MEC e o prefeito de Itajubá. Foram também apresentadas, por vídeo, as mensagens do ministro de Estado de Minas e Energia, Bento Albuquerque; do presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco, e do governador do Estado de Minas Gerais, Romeu Zema.

 Em sua fala o reitor, professor Edson Bortoni, fez uma apresentação sobre a história passada e recente da UNIFEI, por meio da projeção de dados sobre as atividades desenvolvidas no seu campus sede e no campus de Itabira. Ele também comentou sobre a planta fotovoltaica, o Centro de Hidrogênio Verde e o CTPB, agradecendo as parcerias do Governo Federal, sobretudo do MEC, e do Estado Minas Gerais, para a concretização de tais projetos.

 Por fim, o ministro da Educação, Victor Godoy, fez seu pronunciamento agradecendo a presença das diversas autoridades e ressaltando a presença no evento dos reitores de universidades federais já citados. Ele manifestou sua alegria por ter visto a movimentação de alunos no campus da UNIFEI. Também apresentou diversos investimentos feitos pelo MEC em todo o Brasil, destacando as iniciativas que contemplam as diversas instituições de ensino superior do país.

 Na sequência, o reitor da UNIFEI, conduziu a entrega de placas de homenagens em agradecimento a diversas autoridades presentes e a outros parceiros que tornaram possíveis a realização dos projetos citados e a organização dos eventos do dia.

 As autoridades da mesa foram, então, convidadas para o descerramento da placa alusiva à inauguração da planta fotovoltaica e, após a cerimônia, os presentes se dirigiram ao Bloco K do campus da UNIFEI para o evento de lançamento da pedra fundamental do Centro de Hidrogênio Verde.

 Após esse lançamento, as autoridades se dirigiram à área de expansão da Universidade, adjacente ao Parque Científico e Tecnológico de Itajubá para uma visita às obras de construção do Centro Tecnológico para o Pré-Sal Brasileiro (CTPB).

Planta fotovoltaica

 A geração fotovoltaica de energia permitirá à UNIFEI economizar mais de R$ 500 mil por ano, ou seja, 20% dos recursos que atualmente são gastos com energia elétrica em suas atividades. Os recursos financeiros que permitiram esta instalação foram viabilizados pela Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (SESU-MEC). Adicionalmente, com recursos da própria Universidade, foram adquiridos transformadores de aterramento, proteção elétrica e disjuntor de interligação de última geração.

 Graças às atividades em conjunto com a CEMIG, foi adquirido o parecer de acesso à rede de distribuição sem custos. Esta é uma vitória alcançada pelo trabalho conjunto entre SESU/MEC, CEMIG e UNIFEI que permitirá otimizar os recursos orçamentários destinados à Universidade.

Centro de Hidrogênio Verde

 O objetivo do Centro de Hidrogênio Verde (CH2V) é ajudar as empresas nacionais na transição energética, trocando o uso de combustíveis fósseis pelo hidrogênio, desenvolvendo e aplicando pesquisas para a adaptação de equipamentos e processos para o uso, tais como motores de combustão interna, geração de energia elétrica, armazenamento de energia, produção de fertilizantes, mobilidade e outros. O laboratório deverá ficar pronto em 18 meses a partir do lançamento de sua pedra fundamental. Mais informações sobre o CH2V podem ser conferidas em: https://unifei.edu.br/blog/unifei-foi-escolhida-por-agencia-alema-para-a-receber-usina-de-hidrogenio/

CTPB

Uma parceria entre a UNIFEI, a PETROBRAS e o Consórcio de LIBRA viabilizou, em dezembro de 2020, a construção do Centro Tecnológico para o Pré-Sal Brasileiro (CTPB) em Itajubá, com a assinatura do primeiro Termo de Cooperação, que contempla R$ 57 milhões para as obras da construção na área de expansão da Universidade. O acordo prevê um segundo Termo de Cooperação, de quase R$ 200 milhões, para equipamentos. Mais informações sobre o CTPB podem ser conferidas em: https://unifei.edu.br/blog/parceria-entre-unifei-petrobras-e-consorcio-de-libra-viabiliza-a-construcao-do-centro-tecnologico-para-o-pre-sal-brasileiro-em-itajuba/