Projeto coordenado por professor da UNIFEI é um dos vencedores do prêmio Vichy Exposome Grant 2021

O projeto de pesquisa coordenado pelo professor Marcelo de Paula Corrêa, do IRN, foi um dos vencedores do Vichy Exposome Grant. Imagem: Vichy Exposome Grant.

O projeto foi premiado com 15 mil euros para a continuidade do desenvolvimento da pesquisa. Imagem: Vichy Exposome Grant.

A animação no site da premiação explica que a exposição da pele compreende vários fatores externos e internos. Imagens: Vichy Exposome Grant.

 

 O projeto de pesquisa “Exposome of Things (ExpoT): Improving the knowledge on the environmental data related to the skin health using new technologies, big data and artificial intelligence”, que será coordenado pelo professor Marcelo de Paula Corrêa, do Instituto de Recursos Naturais (IRN) da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI), foi selecionado como um dos vencedores do prêmio Vichy Exposome Grant 2021 e receberá o prêmio 15 mil euros para o desenvolvimento das atividades.

 Mais de 80 propostas de 36 países foram inscritas e esta foi a primeira vez que um pesquisador brasileiro teve seu projeto escolhido na premiação Vichy Exposome Grant 2021, iniciativa organizada pela Vichy Laboratories, uma das líderes mundiais em desenvolvimento e comercialização de produtos dermocosméticos e de tratamento para a pele. O objetivo é apoiar pesquisas ao redor do mundo que sejam importantes para a saúde dermatológica.

 Três projetos foram escolhidos para receberem um aporte financeiro de 15 mil euros. Os organizadores selecionaram um projeto de cada região, sendo elas: Europa e América do Norte; América Latina, África e Oriente Médio; e Ásia e Pacífico. Mais informações sobre a premiação Vichy Exposome Grant 2021 estão em https://www.vichy.com/vichygrant.

Projeto da UNIFEI

 O projeto de pesquisa coordenado pelo professor Marcelo e cujo título em português é “Expossoma das Coisas (ExpoT): Aprimorando o conhecimento sobre os dados ambientais relacionados à saúde da pele por meio de novas tecnologias, big data e inteligência artificial”, tem a participação dos professores José Alberto Ferreira Filho, do Instituto de Engenharia de Sistemas e Tecnologia da Informação (IESTI), e Flávio Soares Silva, do Instituto de Física e Química (IFQ), e conta com as participações do técnico em meteorologia Alexandre Germano Marciano, do IRN, e de alunos da graduação e pós-graduação da UNIFEI.

 Sua principal proposta é integrar medições ambientais de baixo custo e sistemas de transmissão e análise de dados para fornecer informações científicas e educacionais para a indústria, os cientistas e a sociedade. Para o desenvolvimento do projeto, os professores propõem um conjunto experimental de medidas ambientais baseadas em uma nova geração de instrumentos de baixo custo e transmissão de dados sem fio realizada em diferentes regiões brasileiras.

 Segundo o professor Marcelo, juntamente com essas medições, outros estudos sobre o comportamento de fotoproteção e danos à pele podem ser realizados. Essas informações alimentarão um banco de dados para análises profundas com base em ferramentas estatísticas. A pesquisa será conduzida por uma equipe formada por físicos, médicos, químicos e engenheiros e espera-se que esse esforço interdisciplinar possa trazer contribuições relevantes para a compreensão de todos os fatores que agravam a exposição da pele.

Expossoma

 De acordo com o material de divulgação da premiação Vichy Exposome Grant 2021, o expossoma é a globalidade dos fatores aos quais o corpo humano está exposto, desde a concepção. Para esta interação altamente complexa, o termo exposome foi cunhado pelo Dr. Christopher Wild na Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer, da Organização Mundial da Saúde (OMS).

 Segundo o site da premiação, a exposição da pele compreende vários fatores externos e internos, incluindo radiação ultravioleta (UV), condições climáticas (calor e umidade), medicamentos, poluição, estresse e procedimentos dermatológicos que podem danificar a barreira da pele, induzir doenças cutâneas ou acelerar o envelhecimento da pele.