UNIFEI e UFERSA discutem parceria para ampliar as oportunidades de pesquisa, desenvolvimento e inovação nas duas instituições

O reitor da UNIFEI, professor Bortoni (ao centro), recebeu os visitantes no CHC-UNIFEI.

No CHC-UNIFEI, os visitantes puderam conhecer a história da Universidade e o Museu Theodomiro Santiago.

Os visitantes no Salão de Atos com exemplares do livro “UNIFEI: 100 Anos de História”.

A comitiva da UFERSA conheceu o galpão dos Projetos Acadêmicos de Competição Tecnológica.

Também foram visitadas as obras do Centro Tecnológico para o Pré-Sal Brasileiro (CTPB).

 

 No dia 16 de junho, a Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) recebeu a visita de uma comitiva da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), composta pelos professores Ludimilla Oliveira, reitora; Cláudia Muniz, chefe de Gabinete da Reitoria, e Glauber Nunes, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação.

 A UFERSA tem quase 60 anos de história e está sediada na cidade de Mossoró – RN. Possui quatro campi com oferta de 42 cursos de graduação e 19 cursos de pós-graduação, sendo três programas de doutorado.

 O foco do encontro entre os representantes das duas universidades foi prospectar oportunidades de pesquisa, inovação e ações de empreendedorismo que possam, através de acordo de cooperação técnica, integrar pesquisadores e projetos para o desenvolvimento da ciência no Brasil.

 O reitor da UNIFEI, professor Edson da Costa Bortoni, recebeu os visitantes no Complexo Histórico e Cultural (CHC-UNIFEI), localizado na região central de Itajubá, onde o servidor Paulo Gonçalves apresentou a história da Universidade e o Museu Theodomiro Santiago (MTS).

 Na oportunidade, a professora Ludimilla Oliveira, doutora em Arquitetura e Urbanismo, disse que o trabalho realizado no MTS “preserva a memória da UNIFEI, reconhece e respeita as pessoas que fizeram parte dessa história e mostra nobreza, responsabilidade, compromisso e humanidade”.

 No final de sua passagem pelo CHC-UNIFEI, os visitantes receberam exemplares do livro “UNIFEI: 100 Anos de História”, alusivo ao primeiro centenário da Instituição.

 Já no campus sede da UNIFEI, foi feita uma apresentação pelo professor Glauber Nunes sobre os trabalhos de ensino, pesquisa e extensão realizados na UFERSA e também sobre as possibilidades de as duas universidades realizarem projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) em parceria. Nesse sentido, a equipe de gestão da UNIFEI recebeu documentos que apresentam os principais projetos desenvolvidos na UFERSA e que podem ser de interesse dos pesquisadores.

 Durante a visita, Maurício de Pinho Bitencourt, diretor da Associação Itajubense de Inovação e Empreendedorismo (INOVAI), apresentou aos visitantes o ecossistema de inovação Itajubá HardTech e ressaltou a importância de cada um dos agentes públicos e privados para o sucesso do processo de inovação.

 Os representantes da UFERSA também conheceram a Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá (INCIT) e o Centro de Empreendedorismo UNIFEI (CEU). E acompanhados pelos professores Milady Renata Apolinário da Silva e Marcos Aurélio de Souza, visitaram ainda os Projetos Acadêmicos de Competição Tecnológica desenvolvidos pelos alunos e as obras do Centro Tecnológico para o Pré-Sal Brasileiro (CTPB).

 Segundo o professor Glauber Nunes, a UFERSA está em fase de construção de seu parque tecnológico e de desenvolvimento de uma cultura de inovação no ambiente universitário, e a experiência de sucesso da UNIFEI será utilizada para acelerar as etapas necessárias para alcançar os objetivos de inovação daquela universidade.

 Por sua vez, o professor Bortoni, reitor da UNIFEI, se comprometeu a realizar todo esforço necessário para que as instituições possam assinar acordos de cooperação técnica e, assim, contribuir ainda mais para o desenvolvimento do país.