Energia

O GEPE da Energia é um grupo formado por docentes da Universidade Federal de Itajubá – UNIFEI – pertencente ao Instituto de Engenharia Mecânica (IEM). O Grupo vem se dedicando a estudar, compreender e propor soluções para as questões energéticas brasileiras, em seus múltiplos aspectos. Atua como núcleo de reflexão e discussão de sistemas energéticos, desde a produção ao uso final e levando em conta seus componentes tecnológicos, sócio- econômicos e ambientais.

Áreas de Atuação:

Geração Hidráulica:

Uma das áreas mais tradicionais da UNIFEI, que vem desde seu início formando pessoal especializado para o setor energético.
Atualmente, o conjunto de laboratórios na área hidromecânica pode ser considerado o melhor do país, desenvolvendo pesquisas no campo das turbinas hidráulicas, tubulações, válvulas, comportas, bombas e instrumentação hidromecânica. A nível sistêmico, o Grupo de Energia vem desenvolvendo técnicas de projeto otimizado de centrais, com enfoque nas pequenas e médias centrais hidrelétricas, tendo em vista o potencial existente no país para esses aproveitamentos, principalmente frente a capitais de riscos.

Geração Térmica: http://www.nest.unifei.edu.br
As atividades do Grupo de Energia nesta área se prendem, principalmente, à simulação e otimização de ciclos térmicos , plantas de ciclo combinado, cogeração (produção combinada de potência e calor útil ) e pequenas centrais termelétricas, atuando no desenvolvimento de técnicas e modelos que auxiliem a engenharia básica e os ensaios de desempenho, inclusive através de métodos energéticos e a modelagem termoeconômica funcional.

Geração Descentralizada:
A UNIFEI esteve sempre na vanguarda no que diz respeito à geração descentralizada. Merecem destaques as ações desenvolvidas em Cogeração e Pequenas centrais Hidrelétricas. A competência acumulada e os trabalhos em andamento são testemunhos desta vanguarda. As atividades atuais se prendem à otimização de plantas e componentes, estudos normativos, legais e contratuais entre autoprodutores e concessionárias, definição de arranjos e novas tecnologias.

Planejamento Energético:
A ação do Grupo de Energia se diferencia, nesta área, dos demais grupos correlatos do país pelo enfoque técnico-econömico que é dado aos trabalhos. Dentre as atividades na área encontram-se o desenvolvimento de técnicas para a incorporação do risco financeiro na análise de projetos energéticos, modelos de demanda de regiões descentralizadas, planejamento de sistemas elétricos regionais (interligados ou não), métodos de otimização de plantas geradoras e estudos de potenciais de cogeração.

Uso de Biomassa:
O grupo de Energia tem se preocupado, principalmente, com a produção e uso de lenha, enquanto energético. Assim, tem sido efetuados diagnósticos regionais, estudo dos aspectos sócio-econômicos e levantamentos sistemáticos do desempenho de equipamentos e do consumo específico em agroindústrias. Em outra linha de estudos, se abordam o uso dos resíduos de biomassa, como bagaço, na cogeração industrial.

Conservação de Energia:
As atividades do Grupo nesta área se prendem à eficiência de equipamentos e sistemas termo-hidromecânicos (bombas,ventiladores, compressores, sistemas de vapor, etc.), não só em sua concepção mas, também, na correta seleção e operação. O desenvolvimento de técnicas de medidas expeditas, no campo, para a avaliação de sistemas e equipamentos , é um ponto relevante, pois tais técnicas tem sido de uso corrente no país.

Energia no Meio Rural:
O Grupo tem desenvolvido equipamentos adaptados à realidade rural, visando a energização a baixo custo, mas resguardando a eficiência. Dentre esse cita-se as turbinas Michell-Banki, reguladores de carga, bombas funcionado como turbina, gasogênios e biodigestores. Numa interface com o planejamento energético, vários trabalhos foram e estão sendo desenvolvidos sobre o consumo de energia no setor rural, além de uma preocupação especial com agroindústrias.