Álvaro Alberto

Álvaro Alberto

Álvaro Alberto

Almirante Álvaro Alberto da Mota e Silva

Filho do médico e político Álvaro Alberto da Silva, nasceu em 22 de abril de 1889, na cidade do Rio de Janeiro. Foi vice-almirante da Marinha e cientista brasileiro, tendo ingressado na Escola Naval em 1906, onde começou a se interessar pela química de explosivos. Ingressou na Escola Politécnica em 1911 e, em 1916, tornou-se professor de química e explosivos da Escola Naval. Era o início de uma longa jornada em defesa de uma política que colocasse o Brasil em igualdade com as nações que desenvolviam avançadas pesquisas científicas.

Tornou-se catedrático do Departamento de Físico-Química da Escola Naval e incluiu o estudo da física nuclear no currículo da Escola Naval. Durante mais de 30 anos, dedicou-se ao magistério sem abandonar suas pesquisas. Fundou a Sociedade Brasileira de Química em 1922 e presidiu a Academia Brasileira de Ciências em 1935.

Tinha em mente a criação de uma instituição governamental, cuja principal função seria incrementar, amparar e coordenar a pesquisa científica nacional. Assim, foi um dos responsáveis pela criação do Conselho Nacional de Pesquisa, CNPq, que presidiu até 1955. Participou ativamente da criação do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), do Instituto de Pesquisas da Amazônia (INPA), do Instituto Brasileiro de Bibliografia e Documentação (IBICT) e da Comissão Nacional de Energia Atômica (atual CNEN).

Representou o Brasil na Comissão de Energia Atômica da Organização das Nações Unidas (1946) e lutou contra as pressões americanas para alcançar o controle de propriedade das reservas mundiais de tório e urânio.

Faleceu em 31 de janeiro de 1976 e, em sua homenagem, a Central Nuclear de Angra dos Reis passou a se chamar Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto.

Respeitado no meio acadêmico, o Almirante Álvaro Alberto sempre defendeu que o desenvolvimento científico e tecnológico estava intimamente ligado com a prosperidade do país. Acreditando nisso, deu início a uma nova era na pesquisa científica no país, com a criação do CNPq, cujo principal objetivo na época e que perdura até hoje é investir no potencial humano.

Referência:

https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81lvaro_Alberto_da_Mota_e_Silva
http://www.canalciencia.ibict.br/notaveis/alvaro_alberto.html
http://centrodememoria.cnpq.br/alvaro-alberto.html