Carlos Chagas

Carlos Chargas

Carlos Justiniano Ribeiro Chagas nasceu em Oliveira-MG, no dia 9 de julho de 1879. Foi um médico, cientista, pesquisador e sanitarista brasileiro. Dedicou-se ao estudo das doenças tropicais e descobriu o protozoário do gênero Plasmodium, causador da malária, e o parasita Trypanosoma Cruzi, transmissor da doença de Chagas.

Filho do cafeicultor José Justino Chagas e Mariana Cândida Ribeiro de Castro, estudou no Colégio São Luís, em Itu, no interior de São Paulo. Ingressou na Faculdade de Medicina no Rio de Janeiro, com 18 anos. Em 1901, a malária atacou vários trabalhadores da construção de uma represa na região de Santos-SP, chegando a paralisar a obra. Carlos Chagas foi então recrutado para combater e evitar a propagação da doença, debelando-a com medidas sistemáticas de saneamento.

Em 1902, iniciou sua tese “O ciclo evolutivo da malária na corrente sanguínea”, concluída em 1903. Em 1905, foi contratado por Oswaldo Cruz com a missão de controlar a epidemia da doença que assolava o município de Itatinga-SP. Dois anos depois, foi para o norte de Minas Gerais para combater a malária entre os trabalhadores da Estrada de Ferro Central do Brasil. Carlos Chagas permaneceu dois anos nesta região, onde suas pesquisas o levaram a descobrir uma doença provocada por um protozoário até então desconhecido, que denominou de Trypanosoma cruzi, em homenagem ao seu mestre Oswaldo Cruz.

O protozoário foi encontrado no inseto conhecido como barbeiro, visto sua preferência por sugar o sangue do rosto. Carlos Chagas examinou esses insetos e descobriu que eles eram os hospedeiros da doença batizada de doença de Chagas. Sua descoberta foi anunciada à Associação Nacional de Medicina em 22 de abril de 1909 pelo sanitarista Osvaldo Cruz. A descoberta tornou o médico mundialmente famoso. Pela primeira vez na história da medicina, um pesquisador conseguiu descrever por completo o ciclo da doença, tendo identificado o vetor (o besouro conhecido como barbeiro), o agente causal (o protozoário Trypanosoma cruzi), o reservatório doméstico (gato), a doença nos humanos e suas complicações.

Em 1918, diante de um surto de gripe espanhola no Rio de Janeiro que contaminou dois terços da população e fez onze mil vítimas, Carlos Chagas foi chamado pelo Presidente Wenceslau Braz para controlar a epidemia. Diante da falta de assistência médica, precárias condições de higiene e falta de saneamento, o sanitarista instalou vários postos de atendimento médico e, no Instituto Osvaldo Cruz, incentivou a pesquisa da doença. Com medidas preventivas, a infecção foi debelada no mesmo ano.

Carlos Chagas foi reconhecido por suas pesquisas e descobertas, recebendo prêmios e homenagens de vários países, entre eles, Alemanha, França, Portugal, Espanha, Itália Inglaterra e Estados Unidos. Neste último, recebeu o título de Doutor Honoris Causa da Universidade de Harvard, tornando-se o primeiro brasileiro a obter a condecoração.

Faleceu no Rio de Janeiro, no dia 8 de novembro de 1934.

Referência:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_Chagas

http://www.canalciencia.ibict.br/notaveis/carlos_chagas.html