Casimiro Montenegro Filho

Marechal Casimiro Montenegro Filho

Casimiro Montenegro Filho nasceu em Fortaleza-CE, em 1904, filho de Casimiro Ribeiro Brasil Montenegro e de Maria Emília Pio Brasil. Foi pioneiro do Correio Aéreo Militar (CAM) e criador do ITA e CTA. É patrono da Área de Engenharia da FAB e da Academia Nacional de Engenharia e um dos patronos do Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica – INCAER.

O Marechal-do-Ar fez seus primeiros estudos na sua cidade natal e, aos 19 anos, contrariando o pai, viaja para a cidade do Rio de Janeiro (com a ajuda do seu irmão mais velho, Alfredo) para tornar-se militar. Lá, entra para a Escola Militar do Realengo e, em 1928, é declarado Aspirante-a-Oficial do Exército.

Em 12 de junho de 1931, realiza o primeiro voo do CAM (Correio Aéreo Militar, transformado, mais tarde, no Correio Aéreo Nacional), entre o Rio de Janeiro e São Paulo, serviço este que ajudou a criar. Além disso, abriu várias novas rotas com destinos para o sul e o nordeste do país.

No posto de Major do Exército, frequentou a primeira turma do curso de Engenharia Aeronáutica na antiga Escola Técnica do Exército – EsTE, atual Instituto Militar de Engenharia – IME, onde se graduou em dezembro de 1941. No mesmo ano, migrou para a Força Aérea Brasileira, no processo de criação do Ministério da Aeronáutica.

Em 1943, já como Tenente-Coronel Após, Casimiro realizou visitas ao Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos e, destas visitas, nasceu a intenção de criar uma instituição similar no Brasil, com o objetivo de desenvolver profissionais e tecnologia aeronáutica. Com a ajuda do professor e chefe do Departamento de Engenharia Aeronáutica do MIT, Richard Harbert Smith, desenvolveu as diretrizes desta nova instituição. No restante da década de 40, Casimiro envolveu-se, direta e indiretamente, na construção de seu sonho. No início da década seguinte, na cidade de São José dos Campos-SP, é inaugurado o Centro Técnico de Aeronáutica (CTA) e o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

No dia 2 de dezembro de 1975, Montenegro recebeu o título Doutor Honoris Causa pela Universidade Estadual de Campinas. Além disso, foi agraciado em 1981 com o Prêmio Anísio Teixeira em sua primeira edição. Esse prêmio foi criado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para agraciar personalidades que contribuíram para o desenvolvimento da educação no país.

O Marechal-do-Ar Casimiro Montenegro Filho morreu aos 95 anos de idade, em Petrópolis-RJ, no dia 26 de fevereiro de 2000.

Referência:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Casimiro_Montenegro_Filho

http://www.aeitaonline.com.br/wiki/index.php?title=Casimiro_Montenegro_Filho