Professora Maria Aparecida Sanches Coelho – Irmã Emiliana

Admissão em 15/06/1977 – Aposentadoria em 31/12/1992

Nasceu em Monte Santo/MG, no dia 24 de junho de 1923. Seu pai, José Ernesto Coelho, engenheiro civil formado pela Escola Politécnica do Rio de Janeiro, foi professor do então Instituto Eletrotécnico de Itajubá (IEI), e sua mãe, Emilia Sanches Coelho, foi professora no Colégio Sagrado Coração de Jesus, no qual também se formou. Irmã Emiliana teve nove irmãos, sendo que, em determinado período, todos os membros de sua família estavam atuando como docentes. Desde criança, Maria Aparecida Sanches Coelho, demonstrava interesse pela vida religiosa e pelos estudos. Com 17 anos, entrou para o Convento das Irmãs da Providência de GAP, passando a ser chamada Irmã Emiliana. Fez o curso Normal, o qual concluiu em 1943, e em sua carreira como religiosa pôde aprofundar seus estudos, inclusive em outros países como Bélgica, Espanha, França, Itália e Suíça. Ingressou na então Efei, a convite, como professora colaboradora e realizou diversas atividades até 1981, quando passou a ser docente da instituição, tornando-se,  em 1986, coordenadora do curso de Pós-graduação em Mecânica. Participou de bancas de monografias, mestrados e doutorados, atuando até 1992, quando se aposentou como professora titular, com dedicação exclusiva. Além desta instituição, Irmã Emiliana atuou em várias outras, como: Instituto Nossa Senhora Aparecida, em Passa Quatro/MG; Colégio Santa Terezinha, em Caxambu/MG; Colégio Sagrado Coração de Jesus; Secretaria Estadual de Educação de Minas Gerais; Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Santa Úrsula, no Rio de Janeiro/RJ; Fundação de Ensino e Pesquisa de Itajubá, onde atuou como reitora; Escola de Enfermagem Wenceslau Braz e Faculdade Católica de Pouso Alegre/MG. Também foi membro do Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais. Em 2012, Irmã Emiliana, aos 89 anos, deixou a carreira docente e se recolheu no Convento Irmãs da Providência de GAP no município de Itajubá/MG.