III – Fase de Planejamento da Viagem

RESPONSABILIDADES DO ALUNO

Após receber a carta de aceitação o aluno deve providenciar o visto de estudo diretamente no consulado do país pretendido. Cada consulado tem sua própria lista de documentos a serem apresentados para a emissão do visto. O aluno também deve providenciar o seguro saúde e cumprir todos os procedimentos solicitados pela instituição de acolhimento. É importante lembrar que, o visto de estudo é responsabilidade do aluno e não da UNIFEI. Recomendamos que os alunos só comprem a passagem ao receberem a carta de aceitação, pois até a chegada da mesma o seu intercâmbio ainda não foi confirmado.

 

VISTO
Informe-se diretamente com o consulado do país de destino sobre todos os procedimentos necessários para a obtenção do visto. Antes de dirigir-se ao consulado, verifique se você possui todos os documentos solicitados. Os documentos essenciais para solicitação de visto são:

Passaporte válido
Carta de aceite da instituição anfitriã

 

SEGURO
Contrate seguro saúde por todo o período da mobilidade. Fique atento se o seguro tem cobertura em outros locais que você deseja visitar durante o período no exterior. Ao receber seu contrato de seguro, leia-o atentamente. Anote os dados do seguro e os telefones para chamada em caso de emergência, em local de fácil acesso. Deixe estas informações com pessoas de contato no seu país de origem e de destino.

  

DINHEIRO
Além de que, todo aluno participante de um programa de mobilidade será responsável pelas despesas relacionadas à obtenção do visto, viagem, alojamento, transporte local, taxas acadêmicas, compra de material de estudos e despesas pessoais durante a sua estada na instituição receptora.

 

DOCUMENTOS
É fundamental ter fácil acesso aos seus documentos, guarde-os em um lugar seguro para que não tenha nenhum contratempo. Guarde os documentos em um local seguro (como na sua mochila) e  carregue-os consigo para fácil consulta em aeroportos e outros locais.

Um passaporte válido, e principalmente, que se mantenha válido até a data de retorno ao Brasil.
Visto de estudante.
Apólice de seguro saúde.
Endereço do alojamento no país de destino.
Contatos da universidade de destino (telefone, e-mail, endereço).
Recursos financeiros suficientes para se bancar durante todo o período da viajem, tanto em dinheiro quanto em formas alternativas, como cartões de crédito.

 

MALAS
Certifique-se de que a mala escolhida comporte a bagagem necessária, não esquecendo que as roupas e sapatos escolhidos devem levar em consideração o clima da cidade de destino. Uma dica importante aos alunos é levar objetos essenciais e roupa extra na bagagem de mão, no caso de haver extravio da bagagem despachada.

 

ALOJAMENTO

Garanta uma boa escolha da sua nova casa durante a estada no exterior, primeira coisa a se fazer, estabeleça uma comunicação com uma pessoa de contato na universidade de destino. Muitas universidades oferecem residências estudantis dentro do campus por preços razoáveis. Verifique as condições de reserva e de escolha da opção mais adequada para você.

 

Recomendações da DRI
Solicite na DRI caso possuem uma lista com sugestões de acomodação, ou até mesmo com com a pessoa de contato na universidade de destino. Algumas universidades possuem convênios com casas de estudante privadas e servem de contato entre o estudante e o centro de reservas.

 

Procura Individual
Se preferir buscar uma moradia por conta própria, é fundamental se precaver e não aceitar qualquer proposta antes de avaliar os prós e os contras. Seguem algumas dicas valiosas:

  1. Converse com ex-intercambistas que já estiveram na sua cidade de destino.
  2. Informe-se sobre o local de suas aulas e sobre as condições de transporte da residência até o local de aulas.
  3. Informe-se sobre as condições de segurança e serviços disponíveis no bairro, como supermercado, farmácia, banco, etc.
  4. Certifique-se sobre o que está incluído no valor do aluguel e sobre o que a residência oferece (limpeza, internet a cabo ou wi-fi, lençóis, cobertas, toalhas, utensílios de cozinha, máquina de lavar roupas, etc.).
  5. Informe-se sobre a possibilidade de haver outros moradores no local (na casa ou apartamento ou até no mesmo quarto).
  6. Fique extremamente atento a solicitações de pagamento adiantado, especialmente se você não conhece e não visitou o local.
  7. Organize a sua chegada. Anote o endereço e pesquise como chegar até o local (sem esquecer que você estará com sua bagagem e terá que carregá-la!). Em muitos aeroportos internacionais, tudo é planejado para que um viajante tenha acesso a transporte público para as cidades vizinhas. A informação é fornecida geralmente em placas indicativas, em folhetos e no website.
  8. Na dúvida, jamais pague adiantado. Se não tiver segurança, reserve um hotel ou hostel para os primeiros dias e faça a busca no local.
  9. Certifique-se, antes da partida, de que seu alojamento está confirmado.