I Workshop de Física Experimental da Unifei incentiva alunos a realizarem pesquisas acadêmicas

O evento reuniu pesquisadores e estudantes que realizam atividades ou que tenham interesse em saber mais sobre pesquisa experimental em Física de Materiais.

O evento poderá ser promovido anualmente na Unifei, oportunizando a colaboração e o intercâmbio de ideias entre alunos e pesquisadores da área.

 

 Durante os dias 19 e 20 de setembro, aconteceu no campus sede da Universidade Federal de Itajubá o I Workshop de Física Experimental da Unifei (I WFEU). Destinado aos alunos de graduação e pós-graduação em Física, bem como à comunidade acadêmica em geral, o evento foi promovido no Instituto de Física e Química (IFQ), sob a coordenação dos professores Marcelos Lima Peres, Sandra Nakamatsu e Adhimar Flávio Oliveira.

 A ideia de promover o I WFEU surgiu de uma iniciativa dos físicos experimentais do IFQ e o objetivo foi divulgar as atividades desenvolvidas nos últimos anos, além de reunir pesquisadores e estudantes que realizam atividades ou que tenham interesse em saber mais sobre pesquisa experimental em Física de Materiais. O workshop também procurou promover um ambiente em que a interação com colegas de outros centros de ensino e pesquisa despertasse nos alunos o desejo de fazer pesquisa experimental.

 As inscrições para participação no evento e o envio de pesquisas se iniciaram no dia 3 de julho, estendendo-se até o dia 2 de setembro. No final desse período, foram registradas 55 inscrições. Entre os participantes também estiveram presentes alunos de pós-graduação dos programas de Física e de Materiais para Engenharia da Unifei.

 Ao longo dos dias do evento, foram promovidas 11 palestras, tais como: “Propriedades de filmes epitaxiais do isolante topológico telureto de bismuto”, ministrada por Eduardo Abramof, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe); “Panorama das propriedades de filmes finos de óxidos semicondutores”, por Marcio Peron Franco de Godoy, professor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar); “Oscilações quânticas no isolante topológico cristalino telureto de chumbo e estanho”, pelo professor Anderson Kenji Okasaki, também do Inpe, e “Importância da cintilação na detecção de neutrinos”, pela professora Laura Paulucci Marinho, da Universidade Federal do ABC (UFABC), entre outras.

 Segundo o professor Marcelos Lima Peres, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Física, o I WFEU mostrou a sua importância em divulgar as novas atividades desenvolvidas na área de Física Experimental nos laboratórios da Unifei. “A infraestrutura disponível atualmente permite que os pesquisadores desenvolvam pesquisa de alta qualidade na área de Matéria Condensada. Essa infraestrutura só é possível graças ao empenho da Universidade, das pró-reitorias de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG) e de Administração (Prad) e do IFQ, que vêm viabilizando essas atividades”, disse o docente.

 De acordo com seus organizadores, o workshop também possibilitou a realização de novas parcerias com os pesquisadores visitantes e a sua próxima edição está programada para acontecer em 2020. A ideia é fazer com que o evento seja promovido anualmente na Unifei, oportunizando a colaboração e o intercâmbio de ideias entre alunos e pesquisadores da área.