Unifei sedia o 2º Campeonato Sul Mineiro de Cubo Mágico

O 2º Campeonato Sul Mineiro de Cubo Mágico – Mineirim Open 2019 aconteceu no Centro de Serviços e Vivência da Unifei.

O evento reuniu participantes de diversas regiões do Brasil para competir e apreciar o esporte.

O campeonato realizado em Itajubá foi organizado por alunos da Unifei.

 

 A Universidade Federal de Itajubá (Unifei) sediou, no Centro de Serviços e Vivência do campus sede, nos dias 9 e 10 de março, o 2º Campeonato Sul Mineiro de Cubo Mágico – Mineirim Open 2019. A primeira edição ocorrida em 2018 contou com cerca de 100 participantes, sendo 50 deles competidores nas modalidades do evento. Neste ano, o campeonato atraiu pessoas de diversos lugares dispostas a competir ou apreciar o esporte.

 Os vencedores do campeonato foram os seguintes, dentre as diversas modalidades: Vicenzo Guerino Cecchini, que venceu nas modalidades 2x2x2, 3x3x3, 4x4x4, 5x5x5, 3x3x3 Com os Pés, Skewb e Square-1; Gabriel Sargeiro Gomes de Mello, nas modalidades 6x6x6 e Megaminx; Marcos Ferreira Semolini, nas modalidades 3x3x3 Vendado e Pyraminx; Fabio Bini Graciose, na 3x3x3 Menos Movimentos; Iuri Grangeiro Carvalho, na 3x3x3 Com uma Mão, e Nícolas de Oliveira Perez Westin, na Clock.

 Dentre os competidores, o que mais conseguiu vitórias foi Vicenzo Guerino Cecchini, que é recordista mundial no Square-1 e um dos brasileiros mais bem colocados no ranking mundial. Já Iuri Grangeiro Carvalho é recordista sul-americano na modalidade 3x3x3 Com uma Mão e também um dos brasileiros mais bem colocados no ranking mundial. E Gabriel Sargeiro Gomes de Mello é recordista brasileiro no Megaminx.

 Organizado pelos alunos da Unifei e também competidores Nícolas de Oliveira Perez Westin, membro voluntário da Associação Mundial de Cubo Mágico (World Cube Association – WCA) e mestrando em Engenharia Elétrica; Ana Luísa do Amaral Batista, mestranda em Engenharia Elétrica; Leonardo José Carrari, estudante do 5º período de Engenharia Mecânica, e por Ronan Felipe Jorge, delegado oficial da WCA e mestre em Matemática pela Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), o campeonato é aberto a qualquer pessoa, de qualquer nacionalidade e idade, bastando, para isso, saber montar o puzzle, ou quebra-cabeça.

 Neste tipo de competição, normalmente existe um tempo máximo de resolução para cada tentativa, de maneira a permitir o maior número de pessoas a participarem do evento sem que haja comprometimento do cronograma oficial do campeonato. Segundo um dos organizadores do evento, Nícolas Perez, “é uma realização muito grande perceber que, a cada campeonato, a satisfação dos competidores e de todos os participantes faz-se marcante”.

 Em contato com a Secretaria de Comunicação (Secom) da Unifei, Nícolas disse que um dos objetivos da realização do evento é mudar a imagem do cubo mágico na sociedade, fazendo com que ele deixe de ser um brinquedo sem solução para se tornar um esporte mental e uma opção de lazer. “E este projeto não teria prosseguido se não tivéssemos o apoio da nossa Universidade e de nosso professor mentor, Frederico Oliveira Passos”, afirmou o estudante.

 Segundo os organizadores, um campeonato de cubo mágico oficial é aquele que, reconhecido pela Associação Mundial de Cubo Mágico, possui uma combinação qualquer das 18 modalidades oficiais. Para garantir o cumprimento das regulamentações internacionais, um delegado reconhecido pela WCA conduz o campeonato. O competidor deve estar inscrito nas modalidades em que deseja participar e levar os seus puzzles para realizar suas tentativas.

 Em cada modalidade inscrita, o participante tem cinco tentativas para resolução, em que o tempo mais rápido e o mais lento são descartados e uma média é realizada com os três tempos restantes. As médias de todos os participantes são classificadas da mais rápida para a mais lenta. Caso exista mais de uma rodada para a modalidade, os melhores colocados, previamente definidos, terão cinco novas tentativas e o ranking é refeito.

 Mais informações sobre os campeonatos de cubo mágico realizados na Universidade, e também ao redor do país e do mundo, podem ser acessadas no link: https://www.worldcubeassociation.org/competitions/IIMineirimOpen2019.