Presidente Wenceslau Braz Pereira Gomes

Foi o 9° Presidente da República do Brasil, durante o período da Primeira Guerra Mundial (1914 a 1918). Nasceu em São Caetano da Vargem Grande (atual Brazópolis), município de Minas Gerais, no dia 26 de fevereiro de 1868. Descendente de influente família de políticos mineiros, foi filho do Coronel Francisco Pereira Gomes, que exerceu o cargo de deputado provincial de Minas Gerais. Wenceslau seguiu os passos do pai e desempenhou diversos cargos na política, até ser eleito o Presidente do país. Estudou em São Paulo e ingressou no curso de Direito do Largo São Francisco (1886-1890), exercendo o cargo de advogado em Minas Gerais. Em 1892, casou-se com Maria Carneiro Santiago, (irmã de Theodomiro Santiago), com quem teve sete filhos. Faleceu em Itajubá/MG, no dia 15 de maio de 1966.

Sua trajetória política começou em Minas Gerais, quando foi eleito vereador e presidente da Câmara Municipal de Monte Santo e, mais tarde, exerceu o cargo de Deputado Estadual (1892). Foi eleito Deputado Federal (1892 e 1898) e Secretário do Interior, Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (1898-1902). Foi Presidente do Estado de Minas Gerais (1908-1910) e vice-presidente do oitavo Presidente da República Hermes da Fonseca (1855-1923), que governou o país de 1910-1914. Eleito em 1° de março de 1914, para o cargo de Presidente da República, Wenceslau Braz tomou posse no dia 15 de novembro de 1914, governando o país até 15 de novembro de 1918. Logo de início, seu governo foi marcado pelas dificuldades econômicas, além de ter sofrido fortes influências da Primeira Guerra Mundial, que despontava da Europa, e gerou um enorme surto industrial no país. Por essa razão, enfrentou diversas greves (de 1917 e 1920), as quais se espalharam pelo território nacional, com a classe operária lutando por melhores condições de trabalho. Em 1915, reprimiu a Guerra do Contestado (1912-1916), disputada pelos estados de Paraná e Santa Catarina.